Deputado diz que mulheres ganham menos porque são 'burras'

SÃO PAULO, 3 MAR (ANSA) - Conhecido por suas declarações ofensivas, o deputado polonês Janusz Korwin-Mikke voltou a causar polêmica dentro do Parlamento Europeu. Desta vez, ao tomar voz dentro da casa, Korwin-Mikke insultou as mulheres, chamando-as de "menos inteligentes". O caso ocorreu durante um debate sobre a diferença salarial entre homens e mulheres. Durante seu discurso, o polonês afirmou que "é justo que as mulheres ganhem menos, porque são mais fracas, menos inteligente e menores que os homens". "Entre os 100 melhores jogadores de xadrez do mundo, não há nem ao menos uma mulher". Para ele, esta é uma prova de uma inteligência inferior, o que também justificaria salários menores. Korwin-Mikke, que já sofreu duas sanções por discursos racistas, poderá sofrer uma terceira. O deputado já ofendeu imigrantes no Parlamento e os definiu como "lixo humano que não quer trabalhar". Além disso, afirmou que Hitler não tinha conhecimento sobre o Holocausto. O presidente do Parlamento, o italiano Antoni Tajani, abriu um inquérito interno após alguns deputados europeus denunciarem o político, incluindo o socialista Gianni Penna. As punições, neste caso, podem variar de multas à suspensão. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos