Obama nega ter grampeado telefones da Trump Tower

NOVA YORK, 04 MAR (ANSA) - Por meio de seu porta-voz, Kevin Lewis, o ex-presidente dos Estados Unidos Barack Obama negou que tenha ordenado a espionagem dos telefones da Trump Tower, sede do império imobiliário do atual mandatário do país, Donald Trump.   

"Como parte de uma praxe, nem o presidente Obama nem outros funcionários da Casa Branca ordenaram a vigilância de qualquer cidadão americano. Sugestões diferentes disso são simplesmente falsas", afirmou Lewis. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos