Santa Sé registra prejuízo de 12,4 milhões de euros em 2015

  • Angelo Carconi/EPA/EFE

    Papa Francisco acena para fiéis na Praça de São Pedro, no Vaticano

    Papa Francisco acena para fiéis na Praça de São Pedro, no Vaticano

CIDADE DO VATICANO - A Santa Sé divulgou neste sábado (4) seu balanço consolidado de 2015, que aponta um deficit de 12,4 milhões de euros (cerca de R$ 41,07 milhões). Apesar de negativo, o resultado representa uma melhora em relação a 2014, quando o prejuízo havia sido de 25,6 milhões de euros.   

Segundo o documento, as principais receitas da Igreja Católica em 2015 vieram de seu banco, o Instituto para as Obras de Religião (50 milhões de euros), e das contribuições das dioceses espalhadas pelo mundo (24 milhões de euros). 

Já o Governatorado do Estado da Cidade do Vaticano, cuja administração se restringe ao território do menor país do mundo (a Santa Sé é o governo da Igreja Católica como um todo), teve lucro de 59,9 milhões de euros, principalmente em função da arrecadação com atividades culturais e com seus museus. 

O balanço anual da Santa Sé costuma ser divulgado em julho do ano seguinte, mas a publicação dos dados referentes a 2015 atrasou devido a uma mudança nas normas contábeis da Igreja, que agora se baseiam em padrões internacionais. 

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos