Trump retira Iraque de novo decreto imigratório

WASHINGTON, 6 MAR (ANSA) - O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, retirará o Iraque da lista de sete países cujos cidadãos foram proibidos de entrar em território norte-americano, no novo decreto imigratório que assinará ainda hoje (6), segundo a Casa Branca. O antigo decreto imigratório, que desatou uma polêmica judicial e protestos em todo o mundo em janeiro, proibia a entrada de qualquer refugiado em solo dos EUA por 120 dias, de sírios por um período indefinido, e de cidadãos do Irã, Iraque, Líbia, Somália, Sudão, Síria e Iêmen por 90 dias. De acordo com o jornal "The Washington Post", nesta nova versão, o Iraque foi excluído da lista; apenas os viajantes que já possuem visto norte-americano poderão pisar no país; e será reduzido para 50 mil o número de refugiados aceitos nos EUA, contra os 110 mil propostos por Barack Obama. O governo do Iraque, que é visto como parceiro estratégico da coalizão internacional na luta contra grupos terroristas como o Estado Islâmico (EI), definiu a mudança como "uma mensagem positiva" para as relações diplomáticas com os EUA. De acordo com os jornais locais, Trump assinará nesta segunda-feira (6) a medida, que entrará em vigor no dia 16.   

(ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos