China promete reagir após instalação de escudo antimísseis

PEQUIM, 7 MAR (ANSA) - A China anunciou nesta terça-feira (7) que reagirá "com determinação" para proteger sua segurança após a instalação do escudo antimísseis norte-americano THAAD na Coreia do Sul.   

Segundo o porta-voz do Ministério das Relações Exteriores, Geng Shuang, o país "se opõe firmemente e tomaremos resolutamente as medidas necessárias para defender nossos próprios interesses de segurança".   

Nesta segunda-feira (6), Washington anunciou o início da instalação de elementos do sistema antimísses na Coreia do Sul.   

"Os Estados Unidos e a Coreia do Sul serão responsáveis por todas as consequências ", acrescentou Shuang.   

No ano passado, os dois países haviam concordado de instalar o sistema THAAD (Terminal High-Altitude Area Defense) para se protegerem da Coreia do Norte, apesar de Pequim e Moscou consideraram o sistema uma ameaça à segurança já que o escudo poderia servir para obter dados de inteligência de suas bases militares.   

A decisão foi tomada um dia após a Coreia do Norte ter disparado quatro mísseis, sendo que três deles caíram no Mar do Japão. "Pedimos a todas as partes que detenham a instalação e que não sigam por este mau caminho", ressaltou o porta-voz. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos