Coreia do Sul decidirá impeachment de presidente na sexta

PEQUIM, 8 MAR (ANSA) - A Corte Constitucional da Coreia do Sul anunciará na próxima sexta-feira, dia 10, a sua decisão sobre o procedimento de impeachment da presidente agora suspensa do país, Park Geun-hye, após ele ter sido aprovado pelo Parlamento no começo do ano passado. O anúncio da decisão é esperado para às 11h locais (23h no horário de Brasília) e, segundo o porta-voz do tribunal, Bae Bo-yoon, será feito ao vivo pela televisão. Se aprovado, o impeachment fará com a que a presidente seja afastada do seu cargo permanentemente e adiantará as eleições para um período máximo de 60 dias a partir de sexta. Se o procedimento for rejeitado, por outro lado, será imediata a volta de Geun-hye à Presidência da Coreia, país que está sendo governado no momento pelo primeiro-ministro Hwang Kyo-ahn, até o fim do seu mandato, que aconteceria em fevereiro do próximo ano.   

A imprensa local já havia afirmado que a decisão do impeachment aconteceria antes do dia 13 de março, dia no qual termina o mandato da atual presidente da Corte Constitucional, Lee Jung-mi. O escândalo começou quando Park Geun-Hye se desculpou publicamente pelo vazamento de vários discursos presidenciais que ainda não tinham sido pronunciados. Os textos tinham sido dados à sua amiga Choi Soon-sil, que também é suspeita de ter se apropriado de US$ 70 milhões de grandes empresas do país. Soon-sil, que foi presa, foi acusada de ter usado a sua relação com a mandatária para poder obter vantagens financeiras em acordos governamentais. Ela é acusada, formalmente, de corrupção e tráfico de influência. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos