Filho de Kim Jong-nam publica vídeo na web e eleva tensão

PEQUIM, 8 MAR (ANSA) - Um vídeo publicado hoje (8) no Youtube pode complicar a situação política da Coreia do Norte. Em imagens que duram 40 segundos, um homem diz ser filho de Kim Jong-nam, o irmão do líder da Coreia do Norte, Kim Jong-il assassinado na Malásia em 13 de fevereiro. "O meu nome é Kim Han-sol, da Coreia do Norte, parte da família Kim", disse o homem no vídeo, em um inglês fluente. "Meu pai foi assassinado há poucos dias. Agora estou com minha mãe e minha irmã. Esperamos que esta situação melhore logo", disse o jovem de 21 anos. O vídeo foi publicado pelo grupo "Cheollima Civil Defense", conhecido por apoiar os dissidentes da Coreia do Norte. Meio-irmão do líder coreano, Kim Jong-nam foi morto por veneno no aeroporto internacional de Kuala Lumpur. As autoridades da Malásia prenderam quatro pessoas suspeitas de ligação com o assassinato. Kim Jong-nam vivia fora da Coreia do Norte e já havia feito críticas ao regime atual do país. O caso desatou uma crise internacional, com suspeitas de que o regime norte-coreano poderia estar por trás do crime. Além disso, a Coreia do Norte proibiu qualquer cidadão malaio de sair de seu território até que a Malásia encerre a investigação do assassinato. Pyongyang também expulsou o embaixador da Malásia eo declarou "persona non grata" por suas constantes críticas às investigações. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos