Museu em Florença terá entrada com reconhecimento facial

FLORENÇA, 9 MAR (ANSA) - O Museu dell'Opera del Duomo de Florença anunciou nesta quinta-feira (9) que além de bilhetes vai usar um sistema de reconhecimento facial para a entrada daqueles que visitam o local.   


A iniciativa, revelada pelo presidente do museu Franco Lucchesi, tem o objetivo de tentar eliminar a prática de alguns guias turísticos que revezam apenas um bilhete entre diversos visitantes para acessar diferentes espaços do local, uma espécie de "mercado negro".   


Com o novo sistema, cada vez que o visitante, com posse de um bilhete, for atravessar uma catraca, seu rosto será fotografado.   


Desta forma, a imagem será comparada com a fotografia cadastrada no bilhete para garantir que é a mesma pessoa.   


De acordo com Lucchesi, a nova tecnologia poderá ser usada a partir do mês de abril, mas a decisão será tomada apenas pelo novo Conselho de Administração do museu, que assumirá no próximo sábado (11).   


O Museu dell'Opera del Duomo é formado pela catedral, o campanário e o batistério. O complexo arquitetônico dispõe de três andares, mais de 20 salas e cerca de 6 mil metros quadrados. Entre os principais nomes artísticos encontrados no museu estão Michelangelo, Donatello, Giovanni del Biondo.(ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.



Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos