China vai à reunião no Chile sobre parceria Ásia-Pacífico

SÃO PAULO, 15 MAR (ANSA) - O governo chinês confirmou que enviou seu representante para assuntos latino-americanos, Yin Hengmin, para participar da reunião de Diálogo de Alto Nível sobre a Integração Econômica Ásia-Pacífico que ocorre desde esta terça-feira (14) no Chile.   

No entanto, a porta-voz do Ministério das Relações Exteriores, Hua Chunying, desmentiu que as conversas seriam sobre a possível entrada do país no Acordo Comercial Transpacífico (TPP) após o novo presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, retirar sua nação do maior acordo comercial do mundo.   

A reunião convocada pelo Chile, que é o atual presidente rotativo do grupo, porém, tinha como um de seus focos debater qual será o rumo da entidade após a saída dos norte-americanos.   

O encontro de dois dias, que ocorre em Viña del Mar, conta com representantes dos governos de todos os países-membros do TPP, além de representantes oficiais da Colômbia e da Coreia do Sul.   

Segundo o chanceler chileno, Heraldo Muñoz, o encontro em seu país quer mandar um "forte sinal" contra as políticas protecionistas que estão sendo defendidas pelo mundo - em uma clara referência ao discurso de "fechamento" pregado por Trump.   

(ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos