EUA indicia espiões russos por ataque de hacker a Yahoo

WASHINGTON, 15 MAR (ANSA) - O Departamento de Justiça dos Estados Unidos indiciou hoje (15) dois agentes secretos russos e dois hackers pela violação de 500 milhões de contas de e-mail do servidor do Yahoo em 2014. De acordo com o jornal "The Washington Post", trata-se da primeira acusação formal contra membros do governo da Rússia. Os espiões trabalham para a FSB e serão acusados pelos crimes de hacking, fraude virtual, roubo de segredos industriais e espionagem econômica. Já os hackers estariam também na mira de investigação de Moscou por outros crimes. O vazamento de dados do Yahoo ocorreu em 2014. Ao menos 500 milhões de usuários tiveram seus nomes, endereços de e-mail e perguntas de segurança violadados e expostos.   

Este processo judicial se tonou o maior caso de hacking nos Estados Unidos e agora as autoridades avaliam os próximos passos, já que Washington não tem nenhum tratado de extradição com Moscou. O procesos, porém, não tem relação com a invasão nos computadores do comitê do Partido Democrata durante a campanha eleitoral de Hillary Clinton à Presidência em 2016, crime que o FBI afirma possuir indícios de participação russa também. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos