Polícia italiana prende 69 em operação contra Camorra

CASERTA E NÁPOLES, 15 MAR (ANSA) - A Guarda de Finanças de Nápoles, no sul da Itália, executou nesta quarta-feira (15) 69 mandados de prisão preventiva em uma operação contra a máfia Camorra.   

A investigação tem como alvo uma facção ligada ao clã dos Casalesi, um dos principais grupos camorristas, e também envolve empresários e políticos. Entre eles estão o conselheiro regional (espécie de deputado estadual) da Campânia Pasquale Sommese, do partido Nova Centro-Direita (NCD), e o prefeito de Aversa, o independente Enrico De Cristofaro.   

As hipóteses de crime vão de corrupção e fraude em licitação a associação mafiosa. A Guarda de Finanças suspeita que o grupo tenha direcionado pelo menos 18 licitações nas províncias da Campânia entre 2013 e 2016 para beneficiar empresas ligadas aos Casalesi.   

A lista inclui contratos para a construção de um crematório no cemitério de Pompeia e de um novo museu arqueológico em Alife e para reformas no centro de eventos Mostra d'Oltremare, em Nápoles. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos