Vice da Colômbia renuncia para se candidatar à Presidência

SÃO PAULO, 15 MAR (ANSA) - O vice-presidente da Colômbia, Germán Vargas Lleras, anunciou que irá renunciar ao seu cargo para poder se candidatar à presidência do país em 2018.   

Durante pronunciamento nesta terça-feira (14) em um ato no qual fez o balanço de sua gestão, Vargas Lleras afirmou que vai protocolar seu pedido no Senado. "Protocolarei a renúncia ao cargo que venho exercendo até o momento", ressaltou.   

O vice-presidente também aproveitou a ocasião para informar que promoveu uma reforma na Constituição para todos os próximos vices renunciarem o cargo um ano antes das eleições. Caso contrário, eles ficarão inabilitados para concorrer à presidência.   

Segundo ele, "as regras foram introduzidas recentemente quando alertaram que quem desejar perseverar e participar do próximo debate eleitoral tem que renunciar um ano antes".   

As eleições na Colômbia serão realizadas no dia 27 de maio de 2018. Caso for necessário uma disputa no segundo turno, a votação acontecerá em junho. O presidente eleito assumirá o país em 7 de agosto de 2018.   

Vargas Lleras é neto do ex-presidente colombiano Carlos Lleras Restrepo (1966-1970). Antes de assumir o cargo de vice-presidente, ele era ministro do Interior. Com sua saída, o general da reserva Óscar Naranjo ocupará o posto, escolhido pelo próprio chefe de Estado, Juan Manuel Santos. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos