Brasil é o 23º destino preferido por italianos no exterior

SÃO PAULO, 17 MAR (ANSA) - Em 2016, cerca de 267 mil turistas italianos viajaram ao Brasil, o que coloca o país latino como o 23º destino preferido pelos cidadãos da nação da bota, segundo dados divulgados pela Banca d'Italia, o banco central da península.   

Realizado anualmente, o levantamento mostra que o número de viajantes internacionais originários da nação europeia subiu de 62,87 milhões em 2015 para 64,58 milhões no ano passado, o que representa um crescimento de 2,71%.   

O Brasil responde por aproximadamente 10% dos 2,7 milhões de italianos que viajaram à América em 2016 e só perde no continente para os Estados Unidos (1,4 milhão). No restante do mundo, o gigante latino-americano fica atrás também de Egito (378 mil) e Marrocos (294 mil), na África, e China (517 mil), na Ásia.   

Além disso, perde para 18 países da Europa: Suíça (19,8 milhões), França (9,4 milhões), Eslovênia (7 milhões), Áustria (6,9 milhões), Alemanha (2,8 milhões), Espanha (2,7 milhões), Reino Unido (1,69 milhão), Grécia (951 mil), Holanda (688 mil), Polônia (452 mil), República Tcheca (428 mil), Romênia (415 mil), Bélgica (398 mil), Croácia (377 mil), Turquia (359 mil), Hungria (331 mil), Rússia (316 mil) e Portugal (315 mil).   

Por outro lado, a Itália foi o destino de 619 mil brasileiros em 2016, o terceiro maior contingente entre as nações americanas, atrás apenas de EUA (3,79 milhões) e Canadá (881 mil), e o 19º no mundo. O Brasil ainda perde para a Austrália, que levou 918 mil viajantes ao território italiano no ano passado, e para 15 nações europeias.   

São elas: Suíça (13,8 milhões), Alemanha (11,93 milhões), França (11,68 milhões), Áustria (7,19 milhões), Reino Unido (4,69 milhões), Eslovênia (4,56 milhões), Espanha (2,35 milhões), Holanda (2 milhões), Polônia (1,66 milhão), Croácia (1,3 milhão), Romênia (1,18 milhão), Bélgica (1,12 milhão), Rússia (876 mil), Dinamarca (767 mil) e Hungria (742 mil).   

No ano passado inteiro, a Itália recebeu 82,87 milhões de turistas estrangeiros, uma alta de 1,5% em relação a 2015, quando o número ficara em 81,63 milhões. Na relação turística com o Brasil, o país europeu possui um saldo positivo de 352 mil viajantes, já que envia muito mais pessoas à nação latino-americana do que o contrário. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos