Na China,Tillerson debate tensão elevada na península coreana

PEQUIM, 18 MAR (ANSA) - O secretário de Estado norte-americano, Rex Tillerson, reuniu-se com o ministro chinês para as Relações Exteriores, Wang Yi, neste sábado (18) e os dois afirmaram que a tensão na península coreana está "muito alta" por conta dos últimos testes nucleares da Coreia do Norte.   

"Nós temos uma visão comum no sentido de que as tensões na península coreana estão muito altas. As coisas estão chegando em um nível muito perigoso", disse Tillerson após a reunião a portas fechadas com Wang Yi.   

Durante seu giro pela Ásia, que incluiu visitas ao Japão e à Coreia do Sul, Tillerson havia dito que a "opção militar" estaria "na mesa" caso Pyongyang não parasse com os testes de mísseis nucleares. Ele ainda havia cobrado a China, principal aliada dos norte-coreanos, a fazer "mais" para levar a paz para a região.   

Além dos debates sobre a Coreia do Norte, a visita do norte-americano serviu também como um dos preparativos para o primeiro encontro entre os presidentes Donald Trump e Xi Jinping, que ocorrerá em Washington no início de abril.   

"Através de um trabalho duro de ambas as partes, as relações sino-americanas estão se desenvolvendo positivamente e de uma maneira estável depois que o presidente Trump tomou posse. A visita de Tillerson é uma passagem-chave neste sentido", disse o ministro chinês.   

Ele ainda acrescentou que, apesar de críticas públicas de Trump, "as duas nações devem resolver de maneira apropriada as diferenças movendo-se de maneira conjunta para o desenvolvimento das relações bilaterais". (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos