Ex-presidente da Coreia do Sul depõe por 21 horas

PEQUIM, 22 MAR (ANSA) - A ex-presidente da Coreia do Sul Park Geun-hye depôs por mais de 21 horas à Procuradoria para dar explicações sobre as acusações de abuso de poder e corrupção. A ex-mandatário foi envolvida em um escândalo envolvendo a amiga e empresária Choi Soon-sil.   

Segundo a agência de notícias local Yonhap, os procuradores estão tentando verificar a necessidade de emitir uma ordem de prisão contra Geun-hye, que responde, ao todo, a 13 denúncias da Procuradoria.   

A ex-presidente caiu no dia 10 de março, após os maiores partidos do país - pressionados por uma série de protestos dos sul-coreanos - iniciarem o processo de impeachment no dia 9 de dezembro. Assim que o país ficou sem presidente, a Justiça determinou a convocação de novas eleições no país, que foram marcadas para nove de maio deste ano. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos