'Não podemos abaixar a guarda', diz chanceler italiano

WASHINGTON, 22 MAR (ANSA) - Em viagem aos Estados Unidos, o ministro das Relações Exteriores da Itália, Angelino Alfano, comentou o atentado terrorista contra o Palácio de Westminster, em Londres, e afirmou que a Europa não pode "abaixar a guarda".   

"Se for terrorismo, seria uma cidade atingida pela segunda vez, porque sabemos e lembramos que não é o primeiro ataque em Londres. Não nos é dada a possibilidade de abaixar a guarda", afirmou o chanceler, que participa de uma cúpula nos EUA sobre o combate ao grupo jihadista Estado Islâmico (EI).   

Em julho de 2005, explosões no sistema de transportes da capital britânica deixaram 52 mortos. Os ataques foram reivindicados pela Al Qaeda.   

Já os atos desta quarta ainda não tiveram sua autoria reclamada, mas aconteceram exatamente um ano após os atentados de Bruxelas, cometidos por uma célula do EI na Bélgica e que fizeram 32 vítimas. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos