Timor-Leste anula passaportes de 9 jogadores brasileiros

SÃO PAULO, 22 MAR (ANSA) - O Ministério da Justiça do Timor-Leste, ex-colônia portuguesa situada no sudeste da Ásia, suspendeu os passaportes de nove jogadores brasileiros que defendiam a seleção nacional.   


O anúncio foi feito pela Confederação Asiática de Futebol (AFC), após ter recebido a confirmação do governo timorense por meio da embaixada do país na Malásia. Os atletas em questão são: Diogo Santos Rangel, Fellipe Bertoldo, Jairo Neto, Júnior Aparecido Guimaro de Souza (Juninho), Patrick Fabiano, Paulo César da Silva Martins, Paulo Helber, Ramon Saro e Rodrigo Souza Silva.   


Seus passaportes foram considerados "nulos e sem efeito", e os jogadores não poderão ser registrados em nenhuma competição sob a bandeira do Timor-Leste, cuja seleção já havia sido proibida pela AFC de participar da Copa da Ásia de 2023 devido a um escândalo de documentos falsos envolvendo brasileiros.   


As certidões de nascimento desses atletas indicavam que um de seus pais havia nascido no país asiático, o que lhes credenciaria para defender a seleção local. Atualmente, o Timor-Leste ocupa a 194ª posição no ranking da Fifa (de um total de 209 equipes) e já está fora da disputa por uma vaga na Copa do Mundo de 2018.   


Os nove brasileiros com passaportes suspensos defenderam a seleção timorense entre 2014 e 2015, mas não foram escalados nos últimos jogos por conta do escândalo. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.



Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos