Mostra em Milão conta história da joalheria Damiani

SÃO PAULO, 24 MAR (ANSA) - Foi inaugurada nesta sexta-feira (24), dentro do Palácio Real de Milão, uma exposição com peças da joalheria Damiani, uma das mais caras do mundo. Intitulada de "Um século de excelência e paixão - A evolução do costume italiano através das joias Damiani", a mostra exibirá as preciosas criações da loja que surgiu em 1924, quando Enrico Grassi Damiani abriu seu primeiro laboratório ourives em Valenza, na Itália.   


A exposição ficará nas salas dos Arrazi, no andar nobre do palácio, que há pouco tempo hospedava apartamentos reais.   


Na primeira sala serão expostas 10 jóias, cada uma inspirada numa década da história da empresa: de Charleston, que representou os anos 20 a Cascade (anos 30), passando por Legend (anos 40), Tassel (anos 50), Optical (anos 60), Bloom (anos 70), Tribute (anos 80), Moonshine (anos 90) e D. Side (anos 2000). Na segunda sala, estarão 18 obras únicas premiadas pelo Diamonds International Awards.   


"Com essa exposição, Damiani se reconfirma a protagonista da cultura italiana no mundo e reitera o próprio empenho em preservar e valorizar a alta manufatura 'made in Italy' como instrumento necessário para a criação de joias artísticas de qualidade", disse Guido Damiani, presidente do grupo.   


Único joalheiro do mundo a vencer 18 vezes o prestigioso "Oscar" da joalheria, Damiani encerrará a mostra com uma prévia da coleção Margherita, inspirada na mulher do Rei Umberto I, a qual Enrico Grassi Damiani dedicou uma jóia nos primeiros anos do século . (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.



Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos