Milan convoca assembleia para selar venda a chineses

MILÃO, 27 MAR (ANSA) - A diretoria do Milan convocou para 14 de abril uma assembleia de sócios para concluir a venda do clube a um grupo de investidores chineses, operação que devia ter sido fechada no ano passado, mas sofreu diversos atrasos devido à dificuldade dos compradores para levantarem os recursos necessários.   


Se a assembleia não reunir o quorum mínimo necessário, uma segunda reunião será convocada para 4 de maio, mas a Fininvest, holding comandada por Silvio Berlusconi, presidente do Milan, sequer considera essa hipótese.   


A cúpula dos sócios deve ratificar a renúncia da atual diretoria da equipe rossonera e a nomeação do novo conselho de administração. Até o momento, os chineses já pagaram 250 milhões de euros em adiantamento para a Fininvest, sendo que o valor total da operação gira em torno de 940 milhões de euros (740 milhões pelas ações do clube e 200 milhões para cobrir dívidas).   


No entanto, os compradores vinham enfrentando muitas dificuldades para juntar o restante do dinheiro necessário para fechar a compra, que seria efetuada pela holding chinesa Sino-Europe Sports.   


Devido aos problemas para levar o dinheiro de Pequim à Itália, foi formada uma nova estrutura, chamada Rossoneri Sport Investment Lux, totalmente estranha à China. Tanto a primeira quanto a segunda são comandadas pelo empreendedor Yonghong Li.   


O Milan é presidido por Berlusconi há mais de 30 anos, período no qual viveu sua era mais vitoriosa, com cinco títulos de Liga dos Campeões, oito no Campeonato Italiano, um na Copa da Itália e três no Mundial de Clubes. Contudo, as últimas temporadas têm sido difíceis para o time rossonero, que perdeu poder de investimento e luta apenas por posições intermediárias na Série A. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.



Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos