2º líder mais importante do Estado Islâmico é morto, diz TV

BAGDÁ, 1 ABR (ANSA) - O homem considerado o segundo líder mais importante do Estado Islâmico (EI, ex- Ísis), Ayad Hamid al-Jumaili, foi morto em um ataque aéreo, informou neste sábado (1) a emissora estatal iraquiana.   

De acordo com fontes do serviço de inteligência do Exército, Jumaili, chamado de "Ministro da Guerra", foi atingido por um bombardeio na cidade de Qaem, fronteira com a Síria, a oeste da província de Anbar, que está sob o controle dos jihadistas. No entanto, a morte ainda não foi confirmada pela Coalizão Internacional, liderada pelos Estados Unidos. No mesmo ataque, acredita-se que o comandante militar do EI, Turki Jamal al-Dulaimi, também teria sido assassinado.   

Nesta manhã, militares iraquianos afirmaram que ao menos 100 jihadistas foram mortos durante os ataques aéreos. Segundo eles, a ofensiva aconteceu "com base em informações precisas fornecidas pelos serviços de inteligência". (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos