Após explosões em metrô, Putin não descarta terrorismo

MOSCOU, 3 ABR (ANSA) - O presidente da Rússia, Vladimir Putin, disse nesta segunda-feira (3) que ainda não é possível descartar que as explosões em duas estações de metrô na cidade de São Petersburgo, que deixaram ao menos 10 mortos e mais de 50 feridos, foram fruto de terrorismo. Avisado do incidente, o mandatário disse que "os motivos [das explosões] não são claros no momento, não excluímos nenhuma pista: nem a criminal nem a terrorista" e que as investigações "estão em curso". (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos