Por Brexit, Espanha e Reino Unido discutem sobre Gibraltar

MADRI, 3 ABR (ANSA) - A ativação do artigo 50 do Tratado de Lisboa pela primeira-ministra britânica, Theresa May, que inicia oficialmente a saída do Reino Unido da União Europeia, reacendeu o debate sobre a colônia britânica de Gibraltar, no sul da Espanha, entre os dois países europeus, que sempre lutaram pela soberania do território. As provocações entre as duas nações tiveram início no último domingo, dia 2, quando um parlamentar britânico sugeriu que a premier estaria pronta para a guerrear para proteger o território, assim como a política Margaret Thacher fez com as ilhas Malvinas. O ex-líder dos conservadores do país Michael Howard disse à emissora "Sky News" que, "35 anos atrás, outra primeira-ministra mulher enviou uma força-tarefa à outra metade do mundo para defender a liberdade de um outro pequeno grupo de britânicos contra um outro país de língua espanhola, e eu tenho absoluta certeza que nossa atual premier mostrará a mesma resposta em relação ao povo de Gibraltar". A declaração de Howard gerou uma grande indignação na Espanha e, nesta segunda-feira (3), foi respondida pelo ministro das Relações Exteriores do país, Alfonso Dastis, que disse que "alguém no Reino Unido está perdendo a cabeça e não há necessidade disso". O chanceler espanhol também disse que "fazer comparações com situações passadas, como a das Ilhas Malvinas é um pouco fora de contexto". "O governo espanhol está um pouco surpreso pelo tom dos comentários que estão saindo do Reino Unido, um país conhecido pela sua compostura", disse Dastis. Nesta segunda, o governo britânico negou a ideia de que usará uso da força militar em Gibraltar para defender seu território através de um porta-voz oficial de Downing Street e afirmou que nada será feito à respeito de Gibraltar sem que o Reino Unido converse seriamente com a Espanha. "Tudo o que Lorde Howard estava tentando estabelecer é nossa resolução para proteger os direitos de Gibraltar e sua soberania", indicou o porta-voz da administração britânica. No domingo, a premier Theresa May já havia dito que "nunca" cederá a soberania do território ao sul da Espanha sem um acordo com a população local e que "seguirá completamente comprometida para trabalhar com Gibraltar e conseguir o melhor resultado possível sobre o Brexit". Gibraltar é uma colônia britânica desde 1713 que é desejada pela Espanha desde então. No entanto, em referendo realizado em 2002, a soberania compartilhada do território por ambos países foi rejeitada por 99% dos votos. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos