Prefeitura de Veneza aprova resolução 'antikebab'

VENEZA, 03 ABR (ANSA) - A Prefeitura de Veneza aprovou nesta segunda-feira (3) uma resolução que limita o exercício de atividades comerciais incompatíveis "com as exigências de proteção do decoro e da tradição" da cidade.   

A norma foi apelidada de "antikebab", já que seus principais alvos são restaurantes do centro histórico e das ilhas de Murano e Burano que servem comida de rua, como casas de kebab, um dos pratos mais famosos da culinária árabe, e de pizza por pedaço.   

A resolução diz que Veneza, uma cidade tombada pela Unesco desde 1987, deve valorizar um comércio "orientado por padrões de qualidade tanto para os visitantes quanto para os residentes". O texto também proíbe a abertura de novas atividades de venda e produção de itens alimentares, com exceção de sorveterias artesanais.   

"Hoje foi dado um primeiro e importante passo. Essa resolução é um ato que abre caminho a um percurso compartilhado e razoável, necessário para frear a proliferação de atividades incompatíveis com as exigências de tutela e valorização do patrimônio cultural de Veneza", disse a assessora para Comércio da cidade, Francesca Da Villa.   

Contudo, para entrar em vigor, a medida ainda precisa ser aprovada pelo Conselho Municipal (espécie de Câmara de Vereadores) e pelo governo da Região do Vêneto, presidido por Luca Zaia, do partido ultranacionalista Liga Norte. Já Veneza é governada pelo conservador independente Luigi Brugnaro, que esteve recentemente em São Paulo para um encontro com o prefeito João Doria.   

Fruto da crescente imigração proveniente de países árabes, os restaurantes de kebab se popularizaram nas maiores cidades europeias por oferecer comida barata para se comer na rua.   

Contudo, esse crescimento desagrada a nacionalistas, que temem uma descaracterização de suas cidades. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos