Chegada de deslocados externos à Itália cresce 25% em 2017

GENEBRA, 04 ABR (ANSA) - Se a crise migratória se acalmou na Grécia após o acordo da União Europeia com a Turquia, a situação na Itália continua cada vez mais grave.   

Segundo dados divulgados nesta terça-feira (4) pela Organização Internacional para as Migrações (OIM), o número de deslocados externos que desembarcaram na península em 2017 cresceu 25% em relação ao mesmo período do ano passado.   

Entre 1º de janeiro e 2 de abril, quase 24,5 mil pessoas, entre solicitantes de refúgio e imigrantes ilegais, chegaram à Itália pelo mar Mediterrâneo Central. Se a tendência se mantiver, o número de desembarques pode ultrapassar os 200 mil no ano, superando em mais de 20% os 181,4 mil de 2016.   

Para efeito de comparação, a Grécia, no Mediterrâneo Oriental, e a Espanha, no Mediterrâneo Ocidental, receberam apenas 3,8 mil e 1 mil, respectivamente. Além disso, desde o início do ano, pelo menos 663 pessoas morreram ou desapareceram durante as travessias, sendo 590 deles na rota entre África e Itália.   

Neste mesmo período de 2016, o número de perdas humanas não passava de 600. Contabilizando as três zonas do Mediterrâneo, a quantidade de desembarques na Europa em 2017 é de 29,3 mil, contra 163,9 mil do ano passado.   

A diferença gritante é explicada pelo fechamento da rota do Mediterrâneo Oriental, resultado do acordo entre UE e Turquia para frear a imigração clandestina na região. Com isso, a Itália voltou a ser a principal porta de entrada para deslocados externos no bloco.   

Recentemente, o país chegou a um acordo com a Líbia para ajudar a nação africana a controlar suas fronteiras marítimas, mas o pacto ainda não deslanchou. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos