Após ultimato da UE, Áustria anuncia que receberá imigrantes

BOLZANO E BRUXELAS, 05 ABR (ANSA) - Após receber uma carta da União Europeia cobrando a implantação do plano de redistribuição de imigrantes, a Áustria anunciou nesta quarta-feira (5) que irá começar a fazer a realocação dos estrangeiros que estão na Itália e na Grécia. "Estamos juridicamente vinculados a respeitar o acordo europeu e o faremos", disse um porta-voz do Ministério do Interior à agência de notícias local APA. Conforme o acordo, o país precisará realocar 1.953 pessoas até setembro desse ano.   

A afirmação veio após o governo austríaco receber uma carta de resposta do presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, sobre o pedido feito pelo chanceler Christian Kern de não fazer mais parte do plano de redistribuição, que foi assinado em 2015, mas que até hoje apresenta resultados irrisórios.   

No documento, Juncker diz que "confia que a Áustria cumprirá as obrigações legais e iniciará a redistribuição".   

"A Comissão está pronta para discutir como assistir as autoridades austríacas para que se adaptem gradualmente às suas obrigações. Entendo suas preocupações e temores, mas desejo destacar que a situação mudou", escreveu Juncker em referência à queda na chegada no número de imigrantes ilegais ao continente. A decisão de não participar mais do plano foi justificada pelos austríacos pelo fato do país ter recebido, proporcionalmente, muito mais pedidos de refúgio do que a vizinha Itália. "Fizemos nossa parte na questão humanitária", justificou o ministro da Defesa, Hanz Peter Doskozil.   

No entanto, os números oficiais vão na direção contrária. Desde o segundo semestre de 2015, quando o acordo europeu entrou em vigor, a Áustria não recebeu nenhum solicitante de refúgio que teve a chegada registrada na Itália ou na Grécia. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos