Carga fiscal na Itália é 10% maior do que média da UE

ROMA, 05 ABR (ANSA) - Um relatório do Tribunal de Contas da Itália divulgado nesta quarta-feira (5) mostrou que a carga fiscal sobre os italianos é "10% superior" à média registrada na Europa e atinge 49% do que foi pago "tanto por contribuições de empresa como de impostos".   

O documento afirma que é necessário reduzir a pressão fiscal sobre os italianos porque "uma exposição tributária tão pesada não ajuda no combate da economia paralela e à luta contra a evasão".   

Entre os principais problemas apresentados pelo Tribunal, está a pressão fiscal em cima das pequenas e médias empresas, que é considerado ainda pior do que sobre os consumidores ou as grandes empresas.   

"A total tax rate estimado para uma empresa de média dimensão tem uma carga fiscal total que penaliza o operador italiano, em média, em 64,8%", diz ainda o texto.   

"Não obstante às incertezas iniciais, o andamento da economia italiana parece ter registrado uma inversão de marcha para uma expansão menos frágil e mais qualitativa", diz ainda o documento que ressalta, no entanto, que a retomada italiana parece "mais custosa" do que em outros países europeus. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos