Bruno Henrique nega ter pagado por cidadania italiana

ROMA, 7 ABR (ANSA) - O jogador brasileiro Bruno Henrique, que atualmente é contratado do Palermo, negou ter sido beneficiado com a cidadania italiana por meio de pagamento de propina. "Eu desconheço esses fatos e estou à disposição para fornecer toda a documentação necessária para comprovar que sou estrangeiro", disse o atleta.   

Bruno foi citado na lista dos possíveis brasileiros que teriam obtido a cidadania italiana de maneira ilegal. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos