Trump pede que nações civilizadas se unam para atacar Síria

SÃO PAULO, 6 ABR (ANSA) - No discurso em que justificou o ataque com mísseis contra o território sírio, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, pediu que as "nações civilizadas" se juntem à ação militar.   

"Convoco todas as nações civilizadas a se juntarem a nós e perseguirem o fim da matança e do derramamento de sangue na Síria e também acabar com todas as formas de terrorismo", disse Trump em discurso em sua residência em Mar-a-lago.   

Trump, que estava em um jantar com o presidente chinês Xi Jinping enquanto a ação militar acontecia, ainda lembrou do ataque com arma química da última terça-feira (4) que atribuiu ao regime de Bashar al-Assad.   

"Não pode haver dúvida sobre se a Síria usou ou não armas químicas", disse o mandatário acrescentando que "Assad sufocou homens, mulheres e crianças inocentes".   

"Até mesmo lindos bebês, bebês, foram cruelmente assassinados nesse ataque bárbaro", afirmou.   

- Tuíte contra Obama Após a ordem de atacar a Síria, muitos internautas lembrando de uma postagem feita por Trump para o então presidente Barack Obama, em que dizia que o "Congresso deveria autorizar" esse tipo de ação e que um guerra no país seria longa e "custosa".   

Os ataques desta noite não foram autorizados por congressistas, sendo uma autorização direta do presidente norte-americano.   

(ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos