Repórter do 'W. Post' vence Pulitzer por matéria sobre Trump

WASHINGTON, 10 ABR (ANSA) - O repórter do jornal "Washington Post", David Fahrenthold está entre os vencedores deste ano do Pulitzer, prêmio mais importante do jornalismo mundial, por sua investigação sobre as fundações de caridade do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump.   


Na categoria "Serviço Público", uma das mais importantes do Pulitzer, o prêmio foi entregue ao "Daily News" e a "ProPublica" por uma investigação no Departamento de Polícia de Nova York. Já o "New York Times" garantiu a premiação em três categorias: fotografia para "breaking news", externa e aprofundada. Na categoria teatro, o vencedor foi "Sweat" de Lynn Nottage; Música: "Angel's Bone", de Du Yun; e História: "Blood in the Water: The Attica Uprising of 1971 and its Legacy", de Heather Ann Thompson. O Prêmio Pulitzer é realizado todos os anos pela Universidade de Columbia, desde 1917.   


Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.



Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos