Ranieri nega complô de elenco do Leicester para derrubá-lo

LONDRES, 11 ABR (ANSA) - Demitido menos de um ano após ter realizado um dos maiores feitos da história do futebol, o treinador Claudio Ranieri garantiu que não foi alvo de um complô dos jogadores do Leicester City para derrubá-lo.   


Desde a demissão do italiano, em 23 de fevereiro, o atual campeão inglês, que estava a um ponto da zona de rebaixamento, venceu cinco partidas e perdeu apenas uma na Premier League, além de ter se classificado para as quartas de final da Liga dos Campeões. A rápida melhora de rendimento levantou rumores sobre possíveis desavenças entre Ranieri e o elenco.   


"Não posso acreditar que os jogadores não tenham dado tudo, havia outros problemas. No ano anterior eles ganhavam menos, todos tinham duplicado ou triplicado o salário. Quando você se salva na última rodada, recomeça a temporada com concentração máxima. Mas a pré-temporada após um título é diferente. Não acredito que os jogadores tenham me 'matado', não, não, não", disse o técnico, em entrevista na última segunda-feira (10) à emissora britânica "Sky Sports".   


Embora tenha livrado os atletas de qualquer culpa, Ranieri afirmou que foi traído dentro do Leicester, mas sem dizer quem teria sido seu algoz. "Ouvi muitas histórias, talvez tenha sido alguém atrás de mim. Tive esses mesmos problemas no ano passado, mas vencemos o título. Talvez essas mesmas pessoas, se aproveitando de nossas derrotas, tenham insistido mais. Porém não direi a quem me refiro, sou uma pessoa séria e leal. O que queria dizer, já disse cara a cara", declarou.   


Após a saída de Ranieri, o clube passou a ser treinado pelo seu assistente, Craig Shakespeare. "Achava que meu maior erro tinha sido acreditar excessivamente em meus jogadores. Mas após a demissão entendi que tinha razão, e agora estou muito contente em ver meus atletas no esquema tático que ensinei. Jogam exatamente como eu queria. Shakespeare foi muito inteligente em não mudar", disse.   


Na temporada 2015/2016, o italiano levou o Leicester a um histórico título na Premier League, o primeiro troféu em mais de 130 anos de existência do clube. Por conta disso, o treinador recebeu inúmeras homenagens na Inglaterra, foi condecorado na Itália e ainda ganhou, junto com os jogadores, o prêmio Laureus de Espírito Esportivo. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.



Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos