Canadá pode ser 2º país a legalizar maconha para lazer

OTTAWA, 13 ABR (ANSA) - O Canadá poderá se tornar o segundo país no mundo a permitir em todo o seu território o uso recreativo de maconha, depois apenas do Uruguai. Cumprindo uma de suas promessas eleitorais, nesta quinta-feira, dia 13, o primeiro-ministro da nação, Justin Trudeau, apresentou um projeto que defende que cannabis seja usada de todas as maneiras em um período de um pouco mais de um ano. Se o projeto for aprovado, o que muito provável, ele legalizará o uso da substância para lazer até 1º de julho do ano que vem, data que coincide com um feriado nacional. No Canadá o consumo da droga para fins medicinais já era permitido desde 2011. Além disso, desde agosto do ano passado, pacientes que usam a maconha como forma terapêutica podem cultivar as plantas em suas casas, mesmo que em "quantidades limitadas". O maior debate em relação à questão acaba não sendo a aprovação do projeto em si, mas sim a idade mínima para a compra da cannabis pelos canadenses. Alguns ativistas e organizações acreditam que a idade deveria ser 18 anos. Já outros acham que a ideal é 25 anos para evitar que a maconha prejudique o cérebro dos mais jovens. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos