Estudo italiano revela quem são os novos 'super' milionários

ROMA, 8 ABR (ANSA) - Quatorze milhões de pessoas em todo o mundo têm um patrimônio líquido de ao menos US$1 milhão, com exceção de sua residência, enquanto cerca de 2,1 mil são considerados bilionários, informou um estudo italiano feito pela Universidade Bocconi de Milão.   


Segundo a pesquisa, batizada de "High Net Worth Individuos", este seleto grupo é responsável por "alimentar" o mercado de viagens de luxo, um setor que em 2016 cresceu 7% e lucrou 7,3 milhões de euros.   


A análise reúne as "pessoas mais ricas" dos Estados Unidos, China, Japão e Canadá. No entanto, ainda há alguns milionários em países emergentes como na Índia, Rússia e em alguns países petroleiros.   


Foram avaliados ricos de aproximadamente 40 anos, consumidores conscientes que valorizam suas famílias e amigos e que aspiram encontrar um equilíbrio entre trabalho e vida pessoal.   


De acordo com o resultado, normalmente pessoas bem sucedidas financeiramente amam mais experiências e acreditam que a riqueza é apenas uma maneira de viver plenamente com viagens, comida, vinho, esportes, entre outros.   


Os ricos geralmente não se preocupam com as despesas e fazem viagens com custo de 3,265 mil euros por pessoa. O setor "Luxury Travel" tem um volume de negócios de 185 mil euros no setor hoteleiro e de cruzeiros de luxo. Em relação a comidas e bebidas, o volume gerado é de 112 milhões.   


A capacidade do setor para criar postos de trabalho também é impressionante. O mercado de viagens de luxo gera 1,7 milhões de vagas, dos quais mais de meio milhão são em um país turístico, como a Itália. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.



Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos