Itália obriga produtos lácteos a indicarem origem do leite

ROMA, 17 ABR (ANSA) - A partir da próxima quarta-feira (19), todos os produtos lácteos comercializados na Itália terão de indicar na embalagem a origem do leite usado em sua fabricação.   

A medida afetará todos os tipos de laticínios, incluindo queijos, manteigas e iogurtes, de origem bovina (vaca), ovina (ovelha), caprina (cabra), de búfala e de outros animais. "É uma reviravolta histórica que permitirá inaugurar uma relação mais transparente e segura entre criadores, produtores e consumidores", disse à ANSA o ministro de Políticas Agrícolas do país, Maurizio Martina.   

Os itens precisarão indicar não apenas onde o leite foi produzido, mas também onde foi transformado, em uma medida que tem como objetivo valorizar o "made in Italy", já que muitos ícones nacionais, como a muçarela de búfala, costumam ser alvos de falsificações.   

Segundo Martina, o governo está trabalhando para introduzir exigências semelhantes em outros ramos do setor agroalimentar, como o de massas. Os rótulos dos produtos lácteos não dirão especificamente o país de origem do leite, mas distinguirão se a matéria-prima é originária da Itália, da União Europeia ou do resto do mundo.   

Só foram excluídos da regra os itens de denominação de origem protegida (D.O.P.), cujo leite já é rastreado. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos