Mais de 5 mil se despedem de ciclista morto na Itália

FILOTTRANO, 25 ABR (ANSA) - Mais de 5 mil pessoas participaram nesta terça-feira (25) do funeral do ciclista italiano Michele Scarponi, morto em um acidente de trânsito no último sábado (22).   


A cerimônia ocorreu em um campo esportivo de Filottrano, cidade de apenas 10 mil habitantes onde o atleta vivia, e foi marcada por um ininterrupto fluxo de pessoas de todas as idades desde a manhã. Sobre o caixão, foram colocadas uma camisa de sua equipe, a Astana, e uma foto que o mostra cruzando uma linha de chegada.   


"Como atleta, como companheiro de quarto e de equipe, me lembro dele como um irmão mais velho e mais novo, não tenho mais o que dizer. Apenas tentaremos manter viva sua lembrança", disse Vincenzo Nibali, principal ciclista italiano na atualidade.   


Scarponi foi atropelado por um caminhão de pequeno porte enquanto treinava em Filottrano e morreu na hora. Nascido em 25 de setembro de 1979, em Jesi, o ciclista era conhecido como "a Águia de Filottrano" devido a seus dotes de escalador.   


Profissional desde 2002, ele alcançou seu maior feito em 2011, quando foi declarado campeão do Giro d'Italia após a desclassificação por doping do espanhol Alberto Contador.   


Scarponi seria capitão da equipe Astana, uma das mais fortes do ciclismo, na próxima edição da prova, que começa em 5 de maio.   


O atleta deixa a mulher e dois filhos gêmeos de cinco anos.   


(ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.



Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos