Casa Branca abre portas para 'negociações' sobre Coreia

WASHINGTON, 26 ABR (ANSA) - O governo dos Estados Unidos afirmou nesta quarta-feira (26) que está aberto a "negociações" para a "desnuclearização" da Península da Coreia, que presencia uma crescente tensão entre Washington e Pyongyang.   

A declaração foi divulgada logo após um inédito briefing do presidente Donald Trump com os 100 senadores norte-americanos, que foram para a Casa Branca em ônibus escoltados pela Polícia para saber detalhes sobre a crise com a Coreia do Norte.   

No entanto, a administração federal ressaltou que também está "preparada para defender" o país e seus "aliados". Além disso, o comunicado diz que a estratégia dos Estados Unidos se baseia na pressão por meio do aumento das sanções e "perseguindo medidas diplomáticas". Pouco antes, o ministro das Relações Exteriores da China, Wang Yi, afirmara que existia "grande" perigo de uma guerra na península.   

Em resposta aos recorrentes testes balísticos e nucleares do regime de Pyongyang, Trump mandou para a região o porta-aviões USS Carl Vinson e sua frota de destroyers e iniciou a instalação de um sistema antimísseis na Coreia do Sul. Além disso, o submarino nuclear USS Michigan fez uma aparição no porto de Busan na última terça-feira (25).   

Nas últimas semanas, Washington e Pyongyang têm trocado ameaças recíprocas de agressão e realizado manobras militares em tom de intimidação. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos