Protestos marcam eventos do Dia do Trabalho no Brasil

SÃO PAULO, 1 MAI (ANSA) - Os eventos que celebraram o Dia do Trabalho no Brasil foram marcados por uma série de protestos contra as reformas propostas pelo governo de Michel Temer e que atingem as áreas trabalhista e de previdência.   


No Rio de Janeiro, em meio a shows que reuniram milhares de pessoas, houve diversos discursos contrários às reformas. O maior dos atos está sendo realizado na Cinelândia, onde também foi realizado as manifestações na cidade na última sexta-feira (28).   


Já em São Paulo há duas manifestações que reúnem milhares de pessoas. A da Central Única dos Trabalhadores (CUT), começou na Avenida Paulista e seguirá para o centro da cidade, onde haverá diversos shows.   


Na zona norte da cidade, a Força Sindical reuniu mais de 150 mil pessoas. Também repleta de shows de música sertaneja, o local registrou protestos contra a reforma trabalhista de Temer e também contra o prefeito de São Paulo, João Doria, que chamou os grevistas da última sexta de "vagabundos". Os dois eventos na capital paulista seguem até à noite.   


No Recife, milhares de pessoas se reuniram em um evento único das centrais sindicais - que normalmente fazem atos separados - como forma de protestar contra o governo Temer. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.



Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos