Aécio é interrogado sobre caso de corrupção em Furnas

SÃO PAULO, 02 MAI (ANSA) - O presidente do PSDB, senador Aécio Neves, foi interrogado nesta terça-feira (2) pela Polícia Federal sob um suposto esquema de corrupção em Furnas, estatal que atua no setor elétrico.   


O depoimento devia ter ocorrido na semana passada, mas acabou adiado por determinação do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes, que acolheu um pedido da defesa do tucano para ter acesso às declarações de testemunhas da acusação. O interrogatório durou cerca de uma hora.   


Em suas delações premiadas, o doleiro Alberto Youssef e o ex-senador Delcídio do Amaral afirmaram que Aécio recebia propinas de uma das empresas contratadas por Furnas, o que é negado pelo presidente do PSDB. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.



Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos