Concentração de CO2 na atmosfera bate novo recorde

ROMA, 02 MAI (ANSA) - A concentração de CO2 na atmosfera bateu um novo recorde histórico e superou pela primeira vez a marca de 410 partes por milhão (ppm).   

Esse patamar foi ultrapassado de maneira inédita no último dia 18 de abril, segundo medição feita pelo Observatório de Mauna Loa, no Havaí (EUA), a mais antiga estação de detecção de dióxido de carbono no planeta.   

Além disso, em 26 do mês passado, o índice de CO2 na atmosfera atingiu sua marca mais alta até hoje, 412 ppm. Os especialistas da agência meteorológica do Reino Unido (Met Office) haviam previsto que esse recorde só seria alcançado em maio.   

Desde setembro de 2016, a concentração de dióxido de carbono vem superando os 400 ppm de modo permanente. A crescente presença de CO2 na atmosfera é considerada a principal responsável pelo aquecimento global e pelas mudanças climáticas no planeta.   

O ano de 2016 já foi o mais quente desde 1880, ou seja, desde quando há dados disponíveis. Com isso, o mundo caminha para ter um aumento médio de 3ºC em sua temperatura, embora o objetivo do Acordo de Paris seja manter o aquecimento abaixo dos 2ºC em relação aos níveis pré-industriais, realizando esforços para tentar chegar a um limite de 1,5ºC. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos