Morte de Osama Bin Laden completa 6 anos

NOVA YORK, 2 MAI (ANSA) - Há exatos seis anos, um grupo de militares da marinha norte-americana avançava sobre a cidade de Abbottabad, no Paquistão, com o objetivo de matar o terrorista responsável pelos atentados de 11 de setembro que deixaram mais de três mil vítimas em 2011. Durante a operação, que durou cerca de 40 minutos, os Estados Unidos perderam um dos dois helicópteros usados no ataque.O até então presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, seguiu a operação minuto a minuto pela "Situation Room" da Casa Branca. Além de Osama Bin Laden, líder da Al-Qaeda, mais quatro pessoas foram mortas naquela noite, incluindo uma das mulheres do terrorista. Desde setembro de 2010, os EUA reuniam informações importantes sobre Osama Bin Laden, e todas elas aumentaram a esperança de o terrorista ser encontrado na cidade de Abbottabad. No entanto, a confirmação de morte definitiva veio com um teste de DNA.   

Horas após o ataque, pouco antes da meia-noite em Washington, a morte de Bin Laden foi anunciada em um pronunciamento de Obama.   

Ele ressaltou que o fundador da Al-Qaeda tinha sido morto ''pelos Estados Unidos''. ''Quando entramos, ficamos chocados com o que encontramos: um prédio enorme de acesso reestrito, 1 milhão de dólares, mas sem telefone ou internet'', afirmou um dos militares a respeito da invasão.   

O corpo de Bin Laden permaneceu nas mãos dos norte-americanos por cerca de 12 horas, antes de ser atirado ao mar. O "enterro" foi precedido ainda de um funeral islâmico tradicional a bordo do porta-aviões Carl Vinson, dos EUA, nas águas do Golfo Pérsico. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos