Número de votos em primárias do PD gera polêmica na Itália

ROMA, 2 MAI (ANSA) - As primárias do Partido Democrático (PD), que ocorreram no último domingo (30), estão envolvidas em uma polêmica de números na Itália.   

Se a vitória do ex-premier Matteo Renzi foi por uma larga margem de votos e não é contestada, o segundo colocado, o ministro da Justiça, Andrea Orlando, não concorda com os números divulgados até o momento.   

A votação ainda não teve todos os votos certificados por órgãos competentes, mas os números extra-oficiais divulgados pelo PD mostram que Renzi teve 70,01% dos mais de 1,8 milhões de votos, contra 19,5% de Orlando e 10,49% do governador da Púglia, Michele Emiliano.   

No entanto, Orlando e seu comitê afirmam que ele ultrapassou a marca dos 20% - podendo ter chegado aos 22,5% dos votos nas primárias.   

"Os dados em nossa posse mostram que o número que o ex-premier tem à frente é o 6, não o 7. Enquanto Orlando tem entre 22 e 22,5%", disse Marco Serracino, porta-voz do grupo do ministro.   

Eles ainda questionam o número de votantes que, segundo os cálculos de Orlando, ultrapassaram os dois milhões em toda a Itália.   

Alheio às polêmicas, o novo secretário do PD se reúne hoje em Roma com seus apoiadores para preparar a assembleia do próximo domingo (7), onde será oficialmente empossado e haverá a votação para escolher a nova diretoria da sigla.   

Entre os principais pontos de seu discurso e de seu novo mandato estão o posicionamento oficial da legenda sobre os debates da nova lei eleitoral italiana - que será fundamental para as eleições gerais de 2018 - e o compromisso do PD de apoiar o governo de Paolo Gentiloni em alguns dos principais problemas do país, a começar pelo comissariamento da Alitalia, que atravessa grave crise financeira. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos