Johnny Depp nunca memoriza suas falas, dizem empresários

SÃO PAULO, 3 MAI (ANSA) - Após ter levado ilegalmente seus cachorros para a Austrália e de ter sido acusado de agredir fisicamente sua ex-mulher, a Amber Heard, o ator Johnny Depp se envolveu em mais uma polêmica. Desta vez, o norte-americano teria pago uma fortuna para que suas falas durante gravações de filmes fossem passadas para ele por um ponto eletrônico. A afirmação é dos ex-empresários do artistas, Joel e Robert Mandel, do The Management Group, que estão sendo processados desde janeiro deste ano por Depp por supostamente terem roubado o dinheiro do astro da franquia "Piratas do Caribe". Por isso, a dupla decidiu também entrar com um processo contra o ator, afirmando que a culpa da sua "falta de dinheiro" era apenas dele, que realizava gastos milionários em coisas muitas vezes supérfluas e desnecessárias. Segundo o TMG, um desses gastos seria o de milhões de dólares para manter um engenheiro de som sempre a sua disposição, que passaria para ele todas suas falas através de um ponto eletrônico que usava no ouvido durante todas as gravações. Com esse funcionário trabalhando para ele, Depp não precisava mais decorar nenhuma de suas falas, explicaram os irmãos Mandel. "Os gastos extravagantes de Depp sempre foram marcados por uma falta de controle de impulso. Em retrospectiva, parece que Depp possa sofrer de um distúrbio de gastos compulsivos, o que será provado nesta ação através de um exame mental de Depp", explicou o advogado de Joel e Robert, Michael Kump. A dupla de empresários também disse que esse problema psicológico do ator pode ser percebido em sua última entrevista ao "The Wall Street Journal", na qual diz que se ele quiser comprar "15 mil bolas de algodão por dia" ele pode porque aquele dinheiro é dele. Além disso, o processo dos irmãos também deve incluir alguns dos gastos mais absurdos do astro de Hollywood como prova, como suas 14 residências, sendo uma delas um palácio na França, suas 60 guitarras colecionáveis e seus 45 veículos de luxo. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.



Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos