'Bolsa bebê' já tem mais de mais de 27 mil pedidos na Itália

ROMA, 5 MAI (ANSA) - Apenas 36 horas após a "bolsa bebê" ter entrado em vigor na Itália, o Instituto Nacional de Previdência Social (INPS) divulgou, em nota oficial, que já foram recebidas 27.692 solicitações do bônus, que consta em um benefício mensal de 800 euros destinado a casais de baixa renda do país que decidiram ter um filho. "O Instituto tornou disponível desde de 4 de maio o procedimento de aquisição dos pedidos relativos ao bônus de 800 euros pelo nascimento ou adoção de um menor de idade, previsto na lei do orçamento", afirma o comunicado divulgado pela entidade nesta sexta-feira (5). Desde a meia-noite desta quarta-feira (4), quando as mães puderam solicitar a ajuda financeira, e até às 14h no horário de Roma (9h em Brasília), ou seja, em exatamente 36 horas, foram registrados 27.692 pedidos, sendo que 18.764 foram feitos pelo site do INPS, 8.023 pelos Patronati (institutos que oferecem assistência e proteção as cidadãos, principalmente aos trabalhadores e aos aposentados) e 905 pelo Contact Center do INPS.   

"O elevado percentual das solicitações apresentadas sem intermediários (68% do total) constitui da simplicidade e usabilidade do procedimento informático pré-disposto pelo INPS e é um sinal de uma cultura digital cada vez mais difundida entre os usuários do instituto, no caso específico constituídos por jovens mamães", explica a nota.   

A "bolsa bebê", também conhecida como "bônus mamãe", pode ser dada a todas as mulheres que estiverem no final do sétimo mês de gravidez ou que já tiveram ou adotaram um filho desde o dia 1º de janeiro deste ano. Além disso, não é preciso ser italiana para solicitar esse benefício. Mães que forem cidadãs europeias e estiverem morando na Itália, mulheres com vistos de estudo e trabalho por longos períodos, e imigrantes e refugiadas que tiverem seu pedido de asilo aceito na nação também podem pedir a ajuda do Estado italiano. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos