Papa Francisco critica 'mãe de todas as bombas'

Cidade do Vaticano

  • Alessandra Tarantino/ AP

O papa Francisco criticou neste sábado (6) a chamada "mãe de todas as bombas", o explosivo mais potente do arsenal não-nuclear dos Estados Unidos e lançada no Afeganistão no último mês de abril.

A declaração foi dada em um encontro com jovens no Vaticano, durante o qual o líder da Igreja Católica respondeu a perguntas sobre diversos assuntos, inclusive a guerra.

"Fiquei envergonhado pelo nome de uma bomba, a chamaram de 'mãe de todas as bombas'. Mas a mãe dá a vida, e essa dá a morte, e chamamos de mãe esse artefato, o que está acontecendo?", questionou.   

Em nenhum momento o Pontífice mencionou os EUA, mas era claro que ele se referia ao armamento conhecido pelo acrônimo "Maob", que significa, em inglês, "Munição Maciça de Destruição Aérea" ou "Mãe de Todas as Bombas".

O explosivo foi lançado pela primeira vez em abril passado, na província de Nangarhar, no leste do Afeganistão, para atingir alvos do grupo terrorista Estado Islâmico (EI).

Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


 

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos