Em 24h, NY retira 2 corpos de reservatório do Central Park

NOVA YORK, 11 MAI (ANSA) - O mistério se apoderou do famoso Central Park, no coração de Nova York, nesta semana, quando dois corpos apareceram boiando nas águas de um reservatório situado na zona norte do parque em menos de 24 horas. Segundo fontes da investigação, que ainda não têm muitos dados sobre os cadáveres, apenas de que se tratam de dois homens de meia-idade, as baixas temperaturas do inverno na cidade fizeram com que os corpos ficassem afundados por semanas e, quando a primavera foi chegando, o calor fez com que os corpos se decompusessem de forma mais rápida e voltassem para a superfície, podendo assim ser encontrados. Na última terça-feira (9), por volta das 12h, um funcionário do parque descobriu o primeiro cadáver, de um homem nu e em estado avançado de decomposição no reservatório de águas Jacqueline Kennedy Onassis na altura da rua 87. Acredita-se que o homem estaria morto no Central Park há cerca de um mês.   

Já o segundo corpo foi achado na manhã da quarta-feira passada (10) no mesmo reservatório perto do cruzamento entre a Quinta Avenida e a rua 59. O homem, que estaria usando calças, mas não uma camisa, estaria submerso há até 2 semanas. Até o momento, os casos continuam um grande mistério e trazem lembranças nada agradáveis aos moradores da região, que enfrentaram muita violência perto do local em um passado não tão distante. A investigação ainda não sabe se as mortes dos homens têm alguma relação entre si e quais teriam sido suas causas, já que os dois corpos não contam com marcas ou traumas. Assim, os casos podem não ser consequências de atos criminosos. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos