Milagre dos 'pastorinhos' de Fátima foi em menino brasileiro

FÁTIMA, 11 MAI (ANSA) - O milagre que permitirá a canonização de dois dos três "pastorinhos" de Fátima, em cerimônia marcada para o próximo sábado (13), envolve um menino brasileiro.   

Sua identidade permaneceu em segredo até esta quinta-feira (11), quando os pais da criança quebraram o silêncio para compartilhar a história. No Santuário de Fátima, o casal João Baptista e Lucila Yurie contou que a suposta intercessão ocorrera em 2013, após seu filho, Lucas Baptista, então com cinco anos, ter caído de uma janela a 6,5 metros do chão enquanto brincava com a irmã, Eduarda.   

Segundo o relato dos pais, a ambulância demorou uma hora para chegar ao hospital, e Lucas foi internado já em coma e tendo sofrido dois ataques cardíacos durante o trajeto. Os médicos diagnosticaram traumas severos no cérebro e "perda de massa encefálica" no lobo frontal da criança.   

O prognóstico era devastador: poucas chances de sobrevivência e, caso escapasse da morte, uma vida com deficiências mentais ou até mesmo em estado vegetativo. Baptista contou que ele, sua esposa e freiras carmelitas brasileiras rezaram aos pastorinhos de Fátima e, seis dias depois, os médicos removeram os tubos de seu filho.   

"Ele estava bem quando acordou, lúcido, e começou a falar, perguntando pela sua irmã", narrou o pai. Depois de mais seis dias, Lucas recebeu alta do hospital. "Ele está totalmente bem, sem sequelas. Está exatamente como era antes do acidente. Os médicos não conseguiram explicar sua recuperação", acrescentou.   

Os jornalistas não puderam fazer perguntas à família.   

A freira Ângela Coelho, postuladora da canonização dos pastorinhos, disse que foi informada da história três meses depois de ela ter acontecido. Foi preciso esperar para ver se a recuperação seria realmente completa para apresentar o caso à Congregação para as Causas dos Santos.   

"Agradecemos a Deus pela cura de Lucas e sabemos com toda a fé de nossos corações que o milagre foi obtido com a ajuda dos pequenos pastores Francisco e Jacinta", disse Baptista.   

Francisco e Jacinta Marto são os dois pastorinhos que serão canonizados pelo papa Francisco no próximo sábado.   

Ao lado de Lúcia dos Santos, eles assistiram às supostas aparições da Virgem Maria em Fátima, em 1917. Os dois morreram, respectivamente, em 1919, aos 10 anos, e 1920, aos nove, e se tornarão os santos não martirizados mais jovens da Igreja Católica.   

Na época, eles sofreram perseguições e chegaram a ser presos para revelar o que Maria lhes teria dito. Sua morte precoce ocorreu por gripe espanhola e também teria sido profetizada pela Virgem. Já Lúcia dos Santos se tornou freira e viveu até 2005, aos 97 anos, mas seu processo de beatificação passou apenas recentemente pela fase diocesana.   

A visita do Papa a Fátima começa nesta sexta-feira (12), e a missa de canonização deve reunir cerca de 1 milhão de pessoas.   

(ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos