Presidente da Itália cobra acordo UE-Mercosul para 2017

MONTEVIDÉU, 11 MAI (ANSA) - Em visita ao Uruguai, o presidente da Itália, Sergio Mattarella, afirmou nesta quinta-feira (11) que a assinatura de um acordo comercial entre União Europeia e Mercosul é de "primária importância".   

O tratado começou a ser negociado em 1999, mas a troca de ofertas ocorreu apenas há um ano, e a ratificação não deve acontecer antes de 2019. "É um objetivo de primária importância, e a Itália é uma apoiadora ativa do acordo", garantiu Mattarella, após uma reunião com o presidente do Uruguai, Tabaré Vázquez, em Montevidéu.   

"Esperamos que o acordo seja definido até o fim do ano, porque isso tornaria essas regiões mais protagonistas no mundo", acrescentou. O chefe de Estado italiano está na América Latina desde domingo (7) e já passou por Buenos Aires e Bariloche, na Argentina, onde também saiu em defesa do acordo UE-Mercosul.   

Em Montevidéu, Mattarella também disse que o Uruguai é um "modelo de democracia que supera as fronteiras da América Latina" e assinou um acordo bilateral em matéria de extradição.   

Nesta sexta-feira (12), o presidente da Itália deve receber as chaves da capital uruguaia. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos