Inflação na Itália em abril tem maior alta em 4 anos

ROMA, 15 MAI (ANSA) - A taxa de inflação na Itália em abril atingiu 1,9%, no maior valor registrado para um mês desde fevereiro de 2013, informou o Instituto de Estatísticas Italiano (Istat) nesta segunda-feira (15).   

O índice, que já tinha registrado alta de 1,4% em março, vem aumentando gradativamente e, em abril, teve a ver com a alta nos preços da energia elétrica (5,4%) e gás natural (5,9%), além daqueles relativos ao setor de transportes. A Itália estava enfrentando uma deflação, praticamente, na maior parte dos meses dos últimos anos.   

O Istat ainda informou que a inflação aumentou em todas as grandes cidades italianas, onde a alta superou ou foi igual a 2%, limite considerado "saudável" para a economia pelo Banco Central Europeu (BCE).   

Bolzano foi a que mais registrou um crescimento nos preços, de 2,6%, seguida por Veneza (2,5%) e Milão (2,4%). Trento (2,3%), Florença (2,2%), Gênova (2,1%) e Nápoles e Bari (2% cada) foram as que também apresentaram índices acima da meta. Já Roma teve inflação de 1,6%. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos