Itália estuda abolir produção de moedas de 1 e 2 centavos

ROMA, 15 MAI (ANSA) - A Itália, como outros países da Europa, entre eles Holanda e Finlândia, poderá se despedir a partir de janeiro de 2018 das moedas de 1 e 2 centavos de euro. A proposta vem de um projeto de emenda de lei apresentado pelo Partido Democrático (PD) que especifica que a economia feita com o fim da produção e emissão dessas moedas será destinado ao Fundo para o Resgate de Títulos do Governo da Itália. "Com o decreto do ministro da Economia e das Finanças, que deverá ser adotado até 1º de setembro de 2017, se estabelecerão as modalidades através as quais os pagamentos efetuados em dinheiro serão arredondados no período de suspensão", se lê no projeto. A ideia de abolir a produção dessas moedas surgiu na Itália ainda em 2014. O motivo disso, segundo especialistas, é que o custo de produção dessas moedas acaba sendo superior ao seu valor nominal. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos