Turquia proíbe visita de deputados alemães a base da OTAN

BERLIM, 15 MAI (ANSA) - A Turquia proibiu uma delegação do Parlamento da Alemanha de visitar os soldados do país que ficam na base militar da Organização do Tratado do Atlântico Norte (OTAN) em Incirlik.   

A viagem estava prevista para a próxima terça-feira (16) e havia sido anunciada várias semanas atrás, mas Ancara comunicou o veto ao Ministério das Relações Exteriores de Berlim apenas no último sábado (13).   

A chanceler alemã, Angela Merkel, disse que a decisão da Turquia é "lamentável" e que seu governo cogita transferir os soldados para outra base, possivelmente na Jordânia. "É absolutamente necessário que nossos parlamentares possam visitar os soldados", declarou.   

Por trás do "não" de Ancara estaria a concessão por Berlim de asilo político a alguns militares turcos acusados de participação na tentativa de golpe de Estado de julho de 2016.   

Mas esse não é o primeiro episódio de tensão entre os dois países em 2017.   

Em março, a Alemanha proibiu ministros turcos de participarem de comícios pró-presidencialismo em seu território. Além disso, um jornalista alemão, Deniz Yucel, foi preso na Turquia sob a acusação de "propaganda terrorista". (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos