Confira os principais destaques do Festival de Cannes 2017

Por Luciana Ribeiro SÃO PAULO, 15 MAI (ANSA) - A 70ª edição do Festival de Cinema de Cannes, um dos maiores eventos do cinema mundial, começa a partir desta quarta-feira (17), no sul da França, e promete reunir os principais filmes e artistas da sétima arte até o dia 28 de maio na cidade de Cannes.   


Durante os 12 dias de festival, além das 18 produções que disputam a Palma de Ouro, entre as quais destacam-se "O Enganado", de Sofia Coppola, "Wonderstruck", de Todd Haynes, e "Happy End", de Michael Haneke, outras 16 entrarão na seção "Um Certain Regard", como "Fortunata", filme de Sergio Castellitto, com Jasmine Trinca e Stefano Accorsi, e "Après la guerre", de Annarita Zambrano. Ao todo, 29 países serão representados em Cannes.   


Ao contrário das outras edições, a Itália não terá nenhum filme concorrendo ao prêmio máximo. Já o Brasil concorrerá na série "Cinéfondation" com o curta-metragem "Vazio Do Lado de Fora", do cineasta Eduardo Brandão Pinto. O júri de curtas tem o diretor romeno Cristian Mungiu como seu presidente.   


Por sua vez, a competição de longas terá o diretor espanhol Pedro Almodóvar na presidência e um júri composto pelos atores norte-americanos Jessica Chastain e Will Smith, o cineasta italiano Paolo Sorrentino, a alemã Maren Aden, as atrizes francesa Agnès Jaoui e a chinesa Fan Bingbing, o diretor sul-coreano Park Chan-wook e o compositor francês Gabriel Yared.   


Neste ano, o filme de abertura do festival será Les Fantomes D'Ismael, de Arnaud Desplechin. Protagonizado por Mathieu Amalric, o longa narra a história de um cineasta que sofre pela morte da ex-esposa, mesmo recomeçando a vida com uma nova mulher. Entretanto, o fantasma da falecida reaparece. No elenco estão Marion Cotillard, Charlotte Gainsbourg e Louis Garrel.   


Já entre as principais estrelas esperadas no tapete vermelho estão Vanessa Redgrave, Nicole Kidman, Jessica Chastain, Eva Longoria e Monica Bellucci, escolhida como madrinha desta edição. Julianne Moore também é um dos destaques, já que integra o elenco de "Wonderstruck", assim como Isabelle Huppert, que venceu duas vezes o prêmio de melhor atriz do Festival e agora concorre por sua atuação em "Happy End". Além disso, o evento reunirá astros como Joaquim Phoenix, Dustin Hoffman e Colin Farrell, entre outros atores, produtores, fotógrafos e escritores famosos. Nesta edição, que marca o aniversário de 70 anos de existência do festival cinematográfico criado por Jean Zay, uma das novidades é a presença de dois filmes financiados pela empresa norte-americana Netflix, que desatou protestos nas salas de cinema francesas, que não poderão exibí-los por causa da legislação, a não ser que a plataforma de streaming aceitasse adiar seu lançamento na internet em 36 meses.   


Os dois longas que estão na disputa pela Palma de Ouro são " The Meyerovitz Stories", de Noah Baumbach, com Adam Sandler e Dustin Hoppman, e "Okja", do sul-coreano Bong Joon-Ho, com Tilda Swinton e Jake Gyllenhaal. A polêmica fez com que o Festival de Cannes anunciasse que a partir do próximo ano não irá permitir a disputa de filmes que não estrearem nas salas de cinema. Outra novidade é a apresentação do curta "Carne y Arena", do mexicano Alejandro González Iñarritu, em realidade virtual. O filme de seis minutos, baseado em casos reais, conta a intenção de explorar as condições humanas dos imigrantes e refugiados.   


Algumas séries de TV também fazem parte da programação especial, sendo uma delas a nova temporada de "Twin Peaks", de David Lynch, sucesso dos anos 1990 e que terá dois episódios exibidos em Cannes. A segunda temporada de "Top of the Lake: China Girl", de Jane Campion e Ariel Kleiman; "24 Frames", de Abbas Kiarostami; e "Come Swim", que marca a estreia da atriz Kristen Stewart como diretora, também serão exibidas.   


Um dos eventos mais esperados e que reúne os principais famosos do Festival de Cannes 2017 acontecerá no dia 25 de maio, no "Hôtel du Cap-Eden-Roc", quando ocorre a tradicional festa para levantar fundos para a luta no combate contra a AIDS.   


Entretanto, paralelamente acontece a Semana da Crítica do Festival de Cannes, que neste ano será aberta, pela primeira vez na história do evento, com um filme italiano. O longa escolhido é o suspense sobrenatural "Sicilian Ghost Story", dirigido pelos italianos Fabrio Grassadonia e Antonio Piazza.   


O filme narra a história de uma menina que se rebela contra o silêncio de uma aldeia depois que seu amor, um garoto de 13 anos, desaparece. A Semana da Crítica é uma mostra paralela ao Festival de Cannes e conta com 11 longas e 13 curtas participantes, e ocorre até o dia 26 de maio.   


Por sua vez, o presidente do festival, Pierre Lescure, destacou que o evento será "um respiro para falar somente sobre cinema", em um período marcado pelas eleições presidenciais francesas. E ainda assegurou, junto com os organizadores, que o Festival de Cannes 2017 será marcado pelo reforço na segurança, já que a França foi alvo de vários atentados terroristas nos últimos anos. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.



Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos